Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

A Renovação no Wrestling

Assim como no passado, o pro wrestling se reconstrói. Novos talentos emergem e novas estrelas são criadas em suas respectivas promoções independentes. Obviamente, alguns lutadores estão sendo movidos para as “grandes ligas” antes de realmente criarem um nome para si mesmos e serem lançados na frente de um público maior antes de estarem realmente prontos.

Também existem caras que prosperam com essas oportunidades; Aqueles que se arriscam e se tornam estrelas da noite para o dia. Um caso óbvio deste ano seria o de Marko Stunt. Um cara de baixa estatura, que acabou tendo um desempenho extraordinário no Scenic City Invitational; logo após sendo contratado pela All Elite Wrestling, caindo assim nas graças do público norte americano.

Agora, com tantos nomes, todo mundo está procurando a próxima grande estrela indy. O próximo cara a tomar a cena e se tornar um verdadeiro superstar.

Lembrando que não há garantias no wrestling. Mas cada um desses nomes tem potencial para ter um ótimo ano. Então, dê uma olhada em quem poderia ser o próximo grande nome no mundo.

Josh Briggs

Imagem relacionada

Resolvi começar essa lista com esse cara, porque há uma escassez de caras realmente grandes nas indys agora. A cena conhecida é bastante frequentada por cruiserweights, que quando um verdadeiro peso pesado aparece, se destaca instantaneamente. Dos poucos grandes caras atualmente trabalhando no cenário independente, Josh Briggs é quem mais me impressiona. Com mais de 2 metros e 122 quilos, o ex-jogador de futebol americano é um animal absoluto. Treinado por Brian Fury, só começou a lutar em 2016, mas rapidamente se tornou um dos pesos pesados mais procurados pelas promoções em todo o mundo.

Josh é mais do que capaz de fazer um ótimo combate. Sua luta contra Jonathan Gresham no evento All Day do Beyond Wrestling foi um exemplo perfeito de quão longe ele chegou em tão pouco tempo. Obviamente, foi contratado pela EVOLVE e acabou por se tornar campeão principal da companhia, e eu não ficaria muito surpreso se ele assinasse com uma certa companhia de desenvolvimento na Flórida até o final de 2020.

More Than Hype (LJ Cleary, Nathan Martin and Darren Kearney)

Resultado de imagem para More Than Hype

Nenhuma outra promoção européia (talvez com exceção do wXw) tenha um grupo tão promissor de jovens talentos emergindo como a PROGRESS. Um desses talentos é o grupo de jovens conhecidos como “More Than Hype”. A equipe consiste no trio irritantemente jovem de LJ Cleary, Nathan Martin e Darren Kearney. Trazendo seu próprio estilo único para o grupo: Cleary é o líder carismático com seu cabelo maluco. Martin, o idiota às vezes psicótico, e Kearney o técnico agressivo com o rosto considerado bonito para o público feminino.

Todos os três garotos possuem menos de 22 anos e isso me aterroriza. Obviamente, eles possuem uma das melhores químicas de tag team da Europa, mas também são ótimos combatentes individuais, especialmente considerando o quão jovens eles são. Dê a eles alguns anos e eles serão uma das melhores stables do Reino Unido, já tendo participado do ICW, RevPro e PROGRESS. Espero que continuem juntos, porque os três possuem potencial para subir degrau por degrau sendo um trio. 

ASUKA

Resultado de imagem para 朱崇花

Apesar de ser bem pouco conhecida do público ocidental e de quase todas as pesquisas no Google irem diretamente para outra Asuka (sim, essa mesmo, que atualmente trabalha com Vince). Aos 21 anos, ASUKA, natural de Kanagawa, é definitivamente uma das mais prospectas japonesas na atualidade. Essa garota possui uma variedade de movimentos estupidamente agressivos e perigosos, mas muito bons. Por mais impressionante que seja seu nível ofensivo possa ser – e realmente é, chegando a ser negligente em algumas vezes – ela também anda encontrando seu carisma certa rapidez.

Conhecida por participar de inúmeras lutas intergender no Japão devido sua força física, seu selling continua a melhorar rapidamente na medida em que o tempo passa. Além de que seu atletismo apresentado pode ser tão bom que cobre a agressividade exagerada nos golpes. Ainda assim, pela maneira como a multidão reage, a jovem japonesa tem tudo para dominar o circuito feminino no país do sol nascente em um curto período de tempo e é uma das apostas para os próximos anos, e torço para que a evolução dela não fique apenas em empresas modestas do oriente, e que possua certa ajuda para trabalhar cada vez mais sua personagem. 

Scotty Davis

Resultado de imagem para scotty davis

Esse cara é um lutador excepcional. Uma das estrelas em ascensão mais brilhantes da Irlanda, fez do Reino Unido sua residência, participando em grandes e pequenas companhias. Aos 19, Davis é simplesmente um dos jovens lutadores mais emocionantes de se assistir performando na Europa, foi tratado com perfeição pela modesta OTT em 2019. Incrivelmente versátil e já parece capaz de se igualar praticamente a qualquer wrestler em um certo período de tempo. 

A partir de 2020, com contrato firmado com a PROGRESS, Scotty Davis tem claramente um potencial pra se tornar um peso pesado júnior dos mais cascas grossas no mundo. Coloque-o no ringue com um grande nome e ele lhe surpreenderá. Seus moves são espetaculares, seu controle de corpo durante os golpes executados é fenomenal e ele só está melhorando. Um carisma arrogante e uma mic skill a ser trabalhada. Se continuar melhorando, ele terá uma carreira interessante pela frente. 

Team White Wolf (A-Kid e Carlos Romo)

Resultado de imagem para Team White Wolf

Talvez eu esteja trapaceando um pouco e dando a vocês dois pelo preço de um, mas vamos lá, vale a pena citar. A-Kid chamou a atenção no mundo do wrestling devido ao seu combate 5 estrelas com Zack Saber Jr à algum tempo atrás. No entanto, o mesmo já gerava comentários positivos no Reino Unido meses antes do tal combate como parte da equipe Team White Wolf, com Carlos Romo. 

Aparecendo no capítulo 59 da PROGRESS como um substituto de última hora devido à forte nevasca, acabou tendo um ótimo combate contra Chris Ridgeway, sob o ring name de Adam Chase. Poucos meses depois, alterou sua alcunha seu nome para Carlos Romo, tentando soar um pouco mais espanhol. Depois de juntos, a equipe se tornou uma das duplas mais requisitadas de toda Europa. Ambos capazes de trabalhar numa mistura de estilos. Juntos e em alto nível, não há nada que esses dois caras não possam fazer.

Em 2020, ambos acabaram por seguirem rumos totalmente diferentes. Mas quem sabe em um futuro próximo se encontrem de novo? Bom, pessoalmente espero que sim.

Jamie Hayter

Imagem relacionada

Essa aqui é uma performer que gosto bastante. Nascida no Reino Unido e já conhecida por ser um dos futuros do wrestling profissional feminino, sendo a atual detentora do EVE International Championship, além de ser realidade no Japão como uma das top Gaijin da empresa Stardom, se destacando por seus combates técnicos, brigas e até mesmo nas lutas mais voltadas para a comédia.

Conhecida por ter um ótimo timing nos moves, sabe como trabalhar uma multidão no microfone. Além de possuir um ótimo trabalho de pés, sabendo manobrar as cordas com quase perfeição; Possivelmente fruto de seu treinamento e estadia entre as lutadoras Joshi, no Japão. Linda de rosto, carisma, e com foco na evolução, Jamie é uma realidade para alguns e definitivamente é uma aposta para um futuro próximo. 

Chris Ridgeway

Imagem relacionada

Empresas como Progress, Rev Pro e ICW também estão ampliando as fronteiras do wrestling no Reino Unido e o cenário agora está num momento em que não precisam mais depender de importações para atrair os fãs. De fato, muitos lutadores do Reino Unido agora estão sendo importados para os Estados Unidos e Japão, mas isso é história para outro artigo… O fato é que:

Um dos meus nomes preferidos dessa lista e que é visto por muitos como a próxima grande estrela do Reino Unido se chama Chris Ridgeway, e tem 26 anos.

Nascido e criado em Liverpool, Smash Mouth, como é conhecido e com uma faixa-preta em ser um casca grossa, competindo há oito anos. Acabou sendo contratado pela Progress e Rev Pro somente no final de 2017. Considerado de baixa estatura, mas com um estilo contundente, o jovem inglês é uma mistura diferente de peso pesado júnior, confiando mais em sua capacidade de luta agarrada. Ridgeway parece pronto para fazer de 2020 o seu ano no cenário britânico, e eu não me surpreenderia se ele for contratado por alguma empresa de grande audiência.

“Filthy” Tom Lawler

Resultado de imagem para Tom lawler mlw

Matt se tornou um grande nome depois de passar do MMA para o wrestling profissional. Sendo que, se pararmos pra pensar: Lawlor sempre foi muito mais carismático que Riddle. No entanto, por alguma razão, isso simplesmente não aconteceu no nível que muitos pensavam. Eu realmente adoraria ver mais promoções o contratando como um heel “sujo e imundo” (como seu próprio apelido sugere) para elevar seus melhores babyfaces. Apenas dê um microfone ao cara e ele conseguirá elevar o nível de sua companhia.

Trabalhando na cena indy e se apresentando regularmente para MLW e Black Label Pro. Talvez essa seja a única coisa que falta para realmente fazer dele uma grande estrela, porque certamente é bom o suficiente. Na MLW, ele emergiu como o protagonista do programa semanal de TV. Como líder do Team Filthy, seu nível de trabalho é incrível, além de ter tido combates considerado violentos com Shane Strickland e Sami Callihan. Se tornou o primeiro vencedor do combate de 40 homens no Battle Riot.

Bandido

Resultado de imagem para bandido wrestler

Um dos luchadores que mais cresceram em 2019. Recentemente, Bandido recusou ofertas de contrato da e da AEW. Em vez disso, em uma jogada que desafiava a lógica, ele assinou com a Ring Of Honor. Parte do fascínio desse acordo foi poder trabalhar para a New Japan também. Em abril do ano passado, performou no Madison Square Garden pela primeira vez no G1 Supercard; Acabando por ser derrotado para Dragon Lee, com o IGWP Junior Heavyweight Championship em jogo. 

Apesar de ter acumulado mais vitórias do que derrotas durante o ano de 2019 inteiro, não obteve sucesso ao desafiar ambos ROH TV e ROH Tag Team Championships, juntamente com Mark Haskins. Não vou me surpreender se ele começar a se sobressair nos principais torneios em qualquer empresa que o mesmo venha a trabalhar nos próximos anos. O potencial de Bandido e o nível físico de performar dentro do ringue são altamente incrível para um cara beirando aos 25 anos. 

El Phantasmo

Resultado de imagem para El Phantasmo j cup

E por último, mas não menos importante do que nenhum dos anteriores, é El Phantasmo. Um cara que definitivamente poderia aproveitar a fama repentina (e por merecimento). O canadense foi um dos pilares de muitas das principais indys britânicas nos últimos tempos. Com 32 anos e competindo no Canadá desde 2005, foi apenas em 2018, quando se mudou para o Reino Unido que sua carreira começou a decolar. Seu estilo high flyer e ágil o levou a receber propostas de aparições regulares com a IPW: UK, Progress e Southside e não demorou muito para que ele aparecesse em todo o país.

Seu melhor trabalho certamente veio no Rev Pro, onde até o momento detém um dos títulos da companhia. Já competiu contra nomes conhecidos como Zack Saber Jr, Rocky Romero, El Desperado e Tiger Mask. Além de conquistar vitórias sobre Jushin Liger, Bandido e KUSHIDA a caminho de sua vitória na J-Cup britânica. Consequentemente sendo contratado para participar dos shows da New Japan, também se tornando campeão da J-Cup japonesa no ano passado. Com sua aparência, o estilo e um nome que soa legal, eu ficaria surpreso se ele não for um dos nomes mais falados nos próximos anos.

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados