Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

Cobertura: WWE Evil – Sasha Banks!

Na última quinta-feira (24), o Peacock contou com a estreia da nova série da , o WWE Evil. Com os 8 episódios da primeira temporada estreando no mesmo dia, hoje veremos o episódio de número 3, focado em Sasha Banks.

Cobertura:

Como lembrete,  é o narrador desta série.

Sasha nos conta que sempre gostou quando os bandidos vencem nos filmes. Há algo mais intrigante sobre bandidos e talvez seja apenas ela e sua personalidade. Claro que Bayley está aqui e ela fala sobre o olhar que Sasha tem em seus olhos que mostra que ela é perigosa. Snoop Dogg também aparece e ele fala sobre ela fazer o que ela precisa fazer para vencer.

Vemos a abertura oficial do show.

Começamos com campos de milho em Iowa City, Iowa, pois foi onde Sasha cresceu. Ela não tinha pai e sua mãe não tinha um emprego. Ela era a única pessoa de cor na cidade e não tinha amigos ou vida social devido ao início da escola online aos doze anos. Um dia ela estava percorrendo os canais na TV e tropeçou na WWE. Ela ficou obcecada com o wrestling, pois era sua válvula de escape da realidade.

Eddie Guerrero: Ela teve uma conexão instantânea com ele, pois ele era uma das poucas pessoas de etnia diferente na WWE. Bayley fala sobre Eddie saindo com o Low Rider. “Nada é mais chamativo do que isso”. Eddie era tudo sobre Cheat 2 Win que Sasha amava e ela também amava o Frog Splash. Rey Mysterio fala sobre como Eddie era ótimo em fazer com que as pessoas o amassem ou o odiassem. Sasha nos diz que ela se sentia viva sempre que assistia Eddie e se tornar uma lutadora era seu único sonho.

Ela sonhava em descer uma rampa da WWE, fazer uma pose e ter todos os olhos nela. Ela enchia diários com notas e ideias sobre luta livre. Ela anotava os resultados de todos os shows de luta livre. Snoop diz que percebeu que ela gostava de wrestling quando tinha cerca de 9-10 anos de idade. Ela implorou a Snoop para levá-la à 24 em Orlando, onde tivemos a luta de aposentadoria de Ric Flair contra Shawn Michaels. Snoop a levou e a apresentou aos vários lutadores e vemos algumas fotos de uma jovem Mercedes com John Cena e Snoop. Não havia Plano B, C, D, E ou F para ela. Ela tinha que fazer isso.

Boston, Massachusetts: A Mercedes de 18 anos se muda com sua família e começou a treinar com a Chaotic Wrestling. Vemos uma promo da Chaotic por volta de 2011 e vemos a jovem Mercedes também. Eles têm imagens de alguns dos primeiros shows dela nas indys, onde ela fazia lutas intergênero. Snoop fala sobre o trabalho duro de Mercedes no cenário indy. Em 2012, ela recebeu o convite para se juntar ao Sistema de Desenvolvimento da WWE.

Já no Performance Center da WWE, Sasha diz que aprendeu imediatamente que não sabia absolutamente nada. É preciso muito para ser um personagem na TV Nacional. Eles a jogaram na lama rapidamente. Latoya Ferguson, jornalista, fala sobre o personagem inicial de Sasha no , pois era genérico e sem qualquer personalidade real. Não havia nenhum personagem quando Sasha fala sobre ser tão tímida e preocupada se ela seria demitida.

Ela assistiu horas de entrevistas e filmes. Ela adorava a maneira como Floyd Mayweather falava e como ele estava tão confiante. Ela fala sobre Kayne West subindo no palco e interrompendo outras pessoas. Sasha fala sobre ser influenciada por Nicki Minaj e The Bratz Dolls. Ela então percebeu, oh sim, meu primo é Snoop Dogg e as pessoas o chamavam de The Boss. Agora ela queria esse nome.

Vemos uma das primeiras promos da “Boss” e Bayley ficou atordoada, pois essa não era a Sasha que ela conhecia. Ela queria esbofeteá-la! Eles sabiam que precisavam testar o personagem na frente de uma plateia e era uma luta contra Paige pelo título. Paige consegue a vitória e após a luta, Sasha ataca Paige. Isso se tornaria um traço definidor do personagem. Ela diz que foi uma ótima sensação, pois encontrou algo que funcionou para ela. Os fãs estavam vaiando e ela não teve nenhum problema em ser cruel e deixar todos saberem que ela era a melhor. Sasha era o oposto de Mercedes e era tudo o que ela queria que Mercedes fosse. Dr Phil fala sobre escapismo. Eles falam sobre o Banks Statement e o quão cruel é esse golpe que também foi adicionado ao personagem.

Sasha tinha a reputação de ser a mulher mais cruel do NXT, mas depois entra . Ela foi abençoada com os genes do Maior Campeão Mundial de Todos os Tempos de acordo com Cena.

A jovem babyface Charlotte do parece uma pessoa diferente. Claro, ela era filha de Flair, mas ela é uma aberração atlética. Charlotte: “Tenho 1,78, loira e atlética, como não gostar? Ah sim, meu sobrenome é Flair, então tudo foi entregue a mim”. Sasha admite que estava com ciúmes porque Charlotte chegou ao topo tão rápido e isso a fez querer superar o que estava fazendo. Charlotte as compara a dois touros que se enfrentam, pois cada um queria ser o melhor. Denise Salcedo fala sobre como elas eram fêmeas alfa e a magia aconteceu quando elas colidiram. Ela credita a rivalidade por tornar Sasha mais malvada.

Logo Bayley e estavam em cena e apenas uma poderia ser The Boss of NXT. Elas discutem sobre como elas estavam roubando o show, mas não eram o evento principal. As quatro se enfrentaram em um 4 Way pelo Women’s Championship. Sasha queria que fosse sua luta na WrestleMania. Ela chama isso de luta especial. Sasha faz o pin em Flair para reivindicar seu primeiro título na WWE.

Takeover – Brooklyn: Conseguimos a assinatura do contrato entre Bayley e Sasha que foi presidido por William Regal. Grande show, pois foi o primeiro NXT Special realizado em uma arena fora da Full Sail University e iniciou a tendência do NXT se apresentar em grandes palcos. Sasha e Bayley protagonizam uma grande luta e roubam o show, com Sasha atacando a mão quebrada e gostando de punir Bayley. A pisada na mão quebrada provocou uma reação louca da multidão enquanto eles estavam comprando tudo o que viram. Bayley chama Sasha de malvada.

Izzy: Sasha nos diz que ela sabia que Bayley era tudo para Izzy. Falando de Izzy Silagyi, ela aparece como uma cabeça falante e nos diz que Sasha estava provocando ela a luta inteira. Sasha roubou a faixa de cabeça com o tema Bayley que a fez chorar. Izzy nos diz que odeia valentões. Sasha diz: “Você não faz as crianças chorarem, ponto. No entanto, Sasha Banks faz”.

Ela chega ao main roster da WWE em 2015 e Rey diz que você pode ver Eddie nela com seu jeito de se portar. Dr. Phil nos diz que parte de nós gosta do vilão, pois mostra como seria se deixássemos a fera sair.

Em 2019, Sasha já foi campeã várias vezes e já esteve no topo, mas ela se esgotou trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ela teve um colapso enquanto estava interpretando Sasha tanto que esqueceu quem era Mercedes e percebeu que precisava de uma pausa. Ela fala sobre conseguir tudo o que sonhou, mas foi diferente do que esperava com as viagens e sem dormir, mais os outros sacrifícios. Charlotte fala sobre o nível de comprometimento e como ninguém de fora entende.

Sasha fala sobre ir até e pedir sua liberação e ele disse que não. Ele disse a ela para tirar um tempo para si mesma. Ela admite que estava pronta e queria saber quem ela era sem Sasha Banks. Ela aproveitou o tempo para viajar para o Japão para se encontrar mental e fisicamente. Bayley admite que estava preparada para que Sasha nunca mais voltasse. Sasha aproveitou o tempo para aprender o estilo forte japonês e reacendeu sua paixão pelo wrestling. Todo o fogo voltou e ela sabia que o amor pelo wrestling ainda estava lá.

12 de agosto de 2019: Sasha retorna após uma pausa de 4 meses. Ela menciona que voltou sabendo quem ela era e quem era Sasha Banks. Ela ainda adora lutar e ainda tem aquela criança de 10 anos dentro dela. Sasha retorna ao para confortar Natalya enquanto ela fala sobre o falecimento de seu pai há um ano, mas então Sasha ataca Nattie e estreia seu cabelo azul. Nattie a chama de puta, podre e malvada.

Sasha sente que seu desempenho do ringue e o estilo estão em um nível totalmente novo. Ela fala sobre fazer fãs e garotinhas chorarem. Temos uma montagem de seu lado vicioso com a Hell in a Cell Match com Becky, fazendo a filha de Lacey chorar, e a jornada das Golden Role Models com Bayley.

WrestleMania 37: chama de The Super Bowl of Wrestling e notou-se que foi a primeira vez que duas mulheres negras tiveram uma luta por título no Main Event da WrestleMania. Sasha sonhava em estar no Main Event da Mania enquanto estava no NXT, mas sempre achou que era um sonho impossível. Bianca diz que tem apenas uma regra: Se você não encostar no cabelo dela, ela não vai usá-lo contra você. Bianca ri ao som do chicote de seu cabelo e Sasha diz que você só tem que lidar com a dor. Bianca consegue a vitória, embora Sasha admita que ficou lá por mais tempo para aproveitar o momento.

Nós terminamos com as várias cabeças falantes discutindo o que torna Sasha tão boa. Ela só quer que todos sintam como Eddie Guerrero a fez se sentir.

Fim do episódio!

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2022 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados