Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

Comentários e Notas: IMPACT Bound For Glory 2021

No último dia 23 de outubro, a  realizou o seu especial mais recente, o Knockouts Knockdown. Em uma noite de ação, a empresa apresentou 8 combates de qualidade… mas será que foram mesmo ? Bem-vindos a mais uma edição do Comentários e Notas, o quadro onde avaliamos as lutas dos principais eventos das principais empresas atualmente no pro-wrestling.

Antes de começarmos, deixa eu dar um recado importante: O sistema de notas NÃO reflete sobre o que essas lutas aqui foram se comparadas com outras. Explicando melhor, não é porque uma luta aqui é nota 10 que ela se compara com lutas que foram 5 estrelas, nada disso, porém, pro padrão que o evento se propôs a apresentar, ela foi nota 10, deu pra entender direitinho ? Sem mais delongas, bora lá:

6-Way Match

Como eu digo pra todas as lutas que rolam em Pré-Show ou qualquer coisa do gênero, nunca espere algo que seja maravilhoso, especialmente dessa aqui que durou pouco mais de 5 minutos. Convenhamos, dava pra durar mais do que o que durou, principalmente se tivessem condensado melhor o segmento do Hall of Fame.

Agora, o combate ficou entre ruim e mediano pelo tempo, afinal, os lutadores nem tiveram tempo de fazer nada direito. O destaque pra mim foi a Jordynne Grace, ela foi uma boa escolha pra ser a primeira Digital Media Champion. Só trocaria quem levou o pin, acho que o Fallah Bahh ou a Madison Rayne seriam opções melhores do que o John Skyler.

Vencedora: Jordynne Grace – Nota: 5/10

Decay vs. The IInspiration

Uma abertura “oficial” bem sólida, Cassie Lee e Jessie McKay pareciam bem motivadas por ser a primeira aparição delas em uma empresa tradicional após saírem da , porém, me surpreendi com os diversos botchs que a Cassie cometeu, creio que foi mais questão de ainda estar se readaptando do que de falta de talento mesmo.

Havok e Rosemary também se manteram ali na média, não tinha nada que fosse fazer com que elas se destacassem. Faltou uma boa falta de comunicação aqui e os golpes pouco pareceram impactantes, acho que uma revanche entre elas algum dia e com uma estipulação possa gerar uma luta melhor.

Vencedoras: The IInspiration – Nota: 4,5/10

El Phantasmo vs. Steve Maclin vs. Trey Miguel

Mesmo que eu realmente quisesse ver o Black Taurus nessa luta aqui e talvez conquistando o X-Division Title, não dá pra reclamar do que os três envolvidos aqui fizeram. Na melhor luta da noite ao meu ver, confesso que superou minhas expectativas bastante, especialmente por parte do Maclin que eu ainda não botava muita fé, fico feliz de ver que eu estava errado.

El Phantasmo, bom, é o El Phantasmo, o cara é bom pra caralho e o Trey não fica longe não, os três combinaram muito bem. Foi legal ver o Trey conquistando o cinturão porque ele nunca tinha conseguido e fico ansioso pra ver como será o reinado. Foi melhor que o evento principal ? Foi e El Phantasmo foi uma das grandes razões disso.

Vencedor: Trey Miguel – Nota: 8,5/10

Heath e Rhino vs. VBD

Sinceramente ? Todo mundo já sabe que essa luta aqui era mais sobre a storyline do que sobre a luta em si, não dava pra esperar muito disso e eu fico feliz por não ter colocado minhas fichas aqui. Uma luta bem banal, podia facilmente ter acontecido em um episódio qualquer da Impact, afinal, nem nível pra pay-per-view teve em si.

Achei que foi uma luta bem chata e a maneira do Rhino vindo ser o participante “surpresa” não me agradou muito, o resultado já era muito óbvio e não tinha muito o que ser mudado. A rivalidade possivelmente ainda não acabou e talvez seja encerrada no Turning Point, porém, espero que a VBD saia por cima.

Vencedores: Heath e Rhino – Nota: 3,5/10

Call Your Shot Gauntlet Match

A coisa mais rara no pro-wrestling é ver uma Battle Royal que seja realmente boa, essa aqui foi só mais uma que falhou na missão de superar o nível de ruim/mediana. Foi, até o momento, a pior Call Your Shot que eu vi e não só pela falta de surpresas, mas também porque os envolvidos não combinaram muito e a luta foi bem entediante.

O único momento “legal” foi a aparição do Demon, eu achei que nunca mais ia ver esse cara em um ringue novamente e deu pra rir. Tivemos alguns momentos legais como e W. Morrisey contra Alisha e Eddie Edwards, porém, foi mais do mesmo. A única coisa relevante que saiu daqui foi a vitória do , só.

Vencedor: Moose – Nota: 4,5/10

Good Brothers vs. Bullet Club vs. FinJuice

Eu esperei… eu esperei que viesse algo bom de uma luta que envolveu os Good Brothers. Todas as lutas do Anderson e do Gallows na Impact são pavorosas e chatas, eles não tem carisma e essa luta aqui é o perfeito resumo de como tem sido a jornada deles desde que saíram da WWE, ou seja, algo bem patético.

Se não fosse por Chris Bey e FinJuice, essa luta teria sido pior ainda, afinal, o Hikuleo também é bem ruim. Eu na verdade nem queria essa luta, a Impact vacilou em ter jogado fora todas as chances do Rich Swann e do Willie Mack pelos cinturões de duplas, eles poderiam ter enfrentado os Good Brothers aqui e vencido se não tivéssemos tido aquelas 50 lutas em 3 meses.

Vencedores: Good Brothers – Nota: 5/10

Deonna Purrazzo vs. Mickie James

Antes de tudo, gostaria de falar que a Mickie tirar o título da Purrazzo foi uma decisão errada, eu acho que a Purrazzo podia carregar o cinturão por mais tempo até que desse tempo da empresa construir uma nova estrela feminina ou reformular alguém pra ter uma grande feud e derrotar “The Virtuosa”.

Mas não vou criticar, eu sinceramente gostei e me surpreendi com a luta, poderia ser melhor ? Óbvio, mas foi uma luta sólda e a rivalidade por trás foi bem boa, não tenho muito do que reclamar além do fato da troca de título. Por mim, a Deonna recupera esse título e tem mais um reinado de peso.

Vencedora: Mickie James – Nota: 7/10

vs.

Precisamos dividir a luta em duas partes: Antes e depois de Moose, certo ? Agora vamos lá. é um monstro no ringue, defendeu o X-Division Title inúmeras vezes e usou a tão sonhada Option C pra enfrentar pelo World Title, a storyline já era boa e a luta também foi bem boa, ficando atrás apenas da Triple Threat pelo X-Division Title. A luta em si não decepcionou pelas circunstâncias e tirou um pouco do gosto amargo do evento até o pós luta.

Seguinte, fazia tempo que eu não via uma decisão de booking tão controversa. Eu sei que é pro finalmente pegar o World Title e conseguir todo aquele heat de heel enorme, porém, foi péssimo. Primeiro que o Moose não precisava vencer a Gauntlet pra chegar novamente na rota do título, isso dava pra acontecer em alguns meses. Segundo, vocês vão mesmo interromper a storyline do Alexander rumo ao World Title pra fazer Moose vs. Alexander ? Decisão errada e de amadorismo. Existiam 500 outras maneiras de fazer essa feud ser boa de outro jeito.

Vencedor: (Por alguns minutos) – Nota: 7,5/10

Pra mim, a nota geral do evento foi um 6,5. Eu não sei o que acontece com o , todas as edições parecem atrair algo pra não sair da média. Por ser o maior evento da empresa no ano, é bem decepcionante ver que até alguns especiais da Impact Plus foram melhores que o BFG.

Concorda ou não ? Coloca sua opinião aí nos comentários e bora discutir saudavelmente, belezinha ? Até mais!

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados