Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

Comentários e Notas: NJPW Wrestle Grand Slam In MetLife Dome 2021

Nos últimos dias 4 e 5 de setembro, a realizou os dois dias de seu mais recente evento especial, o Wrestle Grand Slam In MetLife Dome. Em duas noites cheias de ação, a empresa apresentou 12 combates de qualidade… mas será que foram mesmo ? Bem-vindos a mais uma edição do Comentários e Notas, o quadro onde avaliamos as lutas dos principais eventos das principais empresas atualmente no pro-wrestling.

Antes de começarmos, deixa eu dar um recado importante: O sistema de notas aqui NÃO reflete sobre o que essas lutas aqui foram se comparadas com outras. Explicando melhor, não é porque uma luta aqui é nota 10 que ela se compara com lutas que foram 5 estrelas, nada disso, porém, pro padrão que o evento se propôs a apresentar, ela foi nota 10, deu pra entender direitinho ? Sem mais delongas, bora lá:

Dia 1

Lady C e Maika vs. Queen’s Quest

Essa luta aqui já tinha uma aura especial por ser a primeira luta da STARDOM transmitida oficialmente em um show da , então não poderiam decepcionar. As gatoas fizeram o básico e nada se destacou muito. Tivemos alguns spots legais, incluindo o final com o Phoenix Splash. Lady C teve uma boa participação ao conseguir usar o peso corporal pra ter uma vantagem na luta, foi bacana. Foi uma luta que faria qualquer telespectador assinar o streaming da STARDOM ? Não, mas foi boa.

Vencedoras: Watanabe e Kamitani – Nota: 6,9/10

LIJ vs. Robbie Eagles e Tiger Mask

Como a luta entre Robbie Eagles e Hiromu Takahashi já estava marcada para o segundo dia do evento, eles não podiam entregar algo tão grande assim aqui. Foi uma luta bem básica mesmo, serviu pra construir e dar uma previsão de como seria o confronto solo dos dois já citados, nada de muito especial. Por ter 12 minutos, foi mais divertida do que precisava.

Vencedores: Eagles e Tiger – Nota: 6/10

SHO vs. YOH

Antes de falar sobre a luta, gostaria de dizer que eu achei uma baita cagada do Gedo em separar a Roppongi 3K. Falando agora do combate, SHO entrou com uma nova pegada e isso foi legal, mas a luta em si não foi tanto quanto eu esperava, apesar de não ter sido ruim. SHO basicamente dominou a luta, o que já era esperado, mas o pós luta foi o que me broxou. Mais um japonês no Bullet Club e incitando uma possível guerra civil no grupo, sério ?

Vencedor: SHO – Nota: 6,5/10

Chase Owens vs. Toru Yano

Torturante, apenas. Tudo de ruim no primeiro dia acabou culminando nisso aqui, uma luta extremamente longa em uma rivalidade que nunca teve a menor graça. Eu até esperava que tivesse alguma coisa engraçada na luta por causa do Yano, mas foi uma luta simplesmente feita pra mudar de programação. O Yano até voltou com uma pegada mais agressiva e tals, mas não ficou legal. Sem falar na troca do troféu novamente, não sei o porquê a inventou de tirar o KOPW do Owens logo agora, decisão totalmente precipitada e luta horrível.

Vencedor: Toru Yano – Nota: 2/10

Kazuchika Okada vs. Jeff Cobb (Ignorem o Tokyo Dome, valeu)

Confesso que não gostei tanto dessa luta como gostei da que rolou lá no Tokyo Dome, mas serviu pra dar um bom gás no evento após quase 30 minutos de Yano e Owens. Eu continuo não gostando que o Okada use o Money Clip como finisher, é um golpe que parece extremamente fraco e não combina com ele. O final foi bem bacana com todas aquelas trocas de golpes que culminaram no Tour of the Islands do Cobb, espero que ele tenha um destaque maior. Pra mim, eles podem fazer muito mais.

Vencedor: Jeff Cobb – Nota: 7,5/10

Hiroshi Tanahashi vs.

Sabe quando a luta é boa mas você sabe que é a “pior” que os lutadores tiveram juntos ? Bom, esse é o caso dessa. Considerando que essa luta aqui foi mais curta do que vários main events da NJPW, eles poderiam ter introduzido alguns outros golpes e iniciarem mais rápido pra que a luta ficasse ainda melhor. O final foi bem legal de se ver com aquela carga dramática envolvida e o resultado foi justo. Tanahashi acabou de conquistar o cinturão e merece um longo reinado, pobre Lance Archer.

Vencedor: Hiroshi Tanahashi – Nota: 8/10

Dia 2

Donna Del Mondo vs. Queen’s Quest

Ligeiramente um pouco melhor do que a luta do dia anterior, foi a segunda luta que eu mais gostei de assistir no segundo dia. A ação dentro do ringue foi muito boa, principalmente entre Giulia e Watanabe, mas Syuri e Kamitani também tiveram boas atuações. Mesmo que fosse apenas uma luta de exibição, mostrou que as garotas da STARDOM tem talento mesmo. Vale ressaltar que a Watanabe foi a melhor da luta, apenas.

Vencedoras: Giulia e Syuri – Nota: 7/10

CHAOS vs. THE EMPIRE

Agora falando das lutas que foram “pra valer”, essa aqui serviu pra abrir bem o show, nada de extravagante. Talvez tenha sido um pouquinho mais longa do que deveria, mas o contexto por trás deixou mais interessante. Senti o Okada meio apagado na luta, mas não fez tanta diferença assim. Com O-Khan conseguindo fazer o pin para sua dupla, talvez seja uma boa colocar ele e o Cobb como os prováveis campeões da WTL, eu acharia bem legal.

Vencedores: O-Khan e Cobb – Nota: 6/10

Desperado e Kanemaru vs. Phantasmo e Ishimori

Mais uma luta que pareceu mais longa do que deveria, mas eu até curti. Desperado e Kanemaru tem uma ótima química e isso contracenou bem com o heat do Phantasmo que só pegou pra valer mesmo na parte final da luta. Gostei de como Phantasmo e Desperado tiveram muitos momentos juntos, com Phantasmo usando o finisher de Despy e o mascarado fazendo as mímicas de seu adversário. Troca de título ok, precisa de mais duplas pra essa divisão.

Vencedores: Desperado e Kanemaru – Nota: 6,5/10

Three-Way Tag Team Match

É tão raro ver uma luta desse tipo que na que você nem sabe o que esperar, mas foi bem divertida. Novamente foi uma luta mais longa do que deveria ? Foi, mas essa aqui não teve problemas maiores por causa disso. A luta começou bem lenta, mas eles conseguiram engatar e aí melhorou bastante. YOSHI-HASHI foi um destaque aqui e, querendo ou não Naito e SANADA tem uma baita química com Taichi e Sabre. Vitória correta de Taichi e Sabre, mas Naito e SANADA poderiam ter ficado com os títulos por mais tempo antes de perderem lá no Summer Struggle para os atuais campeões.

Vencedores: Taichi e Sabre – Nota: 7,5/10

Robbie Eagles vs. Hiromu Takahashi

Se você esperava ver um show aqui, não foi exatamente o que aconteceu. A luta foi muito boa, porém, assim como Okada vs. Cobb no dia 1, parecia que tinha algo faltando. Os golpes aéreos foram bons e os lutadores também souberam lutar com os pés no chão, não fizeram nada de ruim. Hiromu não parece ter sido tão afetado pela última lesão, ele continua só indo com tudo e isso é bem legal. Mesmo que muita gente quisesse a vitória do Hiromu, Eagles mereceu sair por cima.

Vencedor: Robbie Eagles – Nota: 8/10

Shingo Takagi vs. EVIL

Eu não sei se eu vou muito hater do EVIL, mas essa luta aqui só prova que ele não é bom. Todo mundo tem expectativa de uma luta boa quando o Takagi tá envolvido, mas aqui foi tudo horrível. Muitas interferências aqui, essa coisa do EVIL ser aquele heel que trapaceia não me desce. Também tivemos muitas sequências de golpes fora do ringue que não fizeram sentido e duraram muito. O final então parecia festa, BUSHI, SHO, Naito, Dick Togo e Yujiro Takahashi no ringue por 2 minutos ou mais, tirou muito da imagem do Takagi na vitória.

Vencedor: Shingo Takagi – Nota: 4/10

Pra mim, a nota geral do evento foi um 6,5. O evento teve suas lutas boas, principalmente com as meninas da STARDOM e as por título no segundo dia, mas algumas lutas esporádicas (como Takagi vs. EVIL) tiraram um pouco do brilho do evento. Como fã da NJPW, a empresa precisa de uma reinvenção e de novas adições fixas ao plantel, além de um bom booking também.

Concorda ou não ? Coloca sua opinião aí nos comentários e bora discutir saudavelmente, belezinha ? Até mais!

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados