Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

Lutadores que devem receber um grande destaque na nova fase do WWE NXT

No último dia 14 de setembro, a estreou uma versão remodelada da marca , agora chamada de 2.0 com muito mais cor envolvida e novamente com o objetivo de formar talentos em casa. Em apenas duas semanas de show, diversos novos talentos já estrearam oficialmente na marca e diversos outros ainda devem chegar em breve. A pergunta que fica é, quem vai se destacar ?

Enquanto alguns lutadores já dão indícios de que serão os principais rostos da marca, alguns outros podem surpreender e assumir esses papéis. Hoje, veremos aqui alguns lutadores, duplas ou grupos que podem vir a se destacar nessa nova fase do NXT. Quer dizer que eles vão conquistar 500 títulos ? Não, mas sim que eles sempre estarão por ali nas principais feuds da marca. Sem mais delongas, bora lá:

Carmelo Hayes

“Porque quando Carmelo atira, ele não erra”. Desde que chegou ao NXT, Hayes (Christian Casanova) já começou com certo impacto ao enfrentar Kushida e Adam Cole, mandando até aquela frase icônica do de “Ruthless Aggression”. Depois disso, Hayes conseguiu superar as adversidades do Breakout Tournament e venceu o torneio contra ninguém mais e ninguém menos do que Odyssey Jones, outro prodígio da marca.

Hayes agora tem em mãos o contrato que lhe permite lutar por qualquer cinturão que ele quiser. Agora com a chegada de Tracy Williams na vida de Hayes e sua mudança de personalidade, creio que ele deve se tornar um destaque em tempo recorde. Pode ser que ele use o contrato por uma luta pelos Tag Titles ao lado de Tracy ? Pode, mas creio que ele chegará ao North American Title ou até mesmo ao Title muito rápido.

The Creed Brothers

Os “berserkers” do NXT, Julius e Brutus Creed serão, com toda a certeza do mundo, a próxima dupla de grande sucesso dentro do NXT. Estreando como parte da Diamond Mine, os dois garotos já provaram que se entregam bastante dentro do ringue e seus golpes causam bastante impacto, além de parecerem ameaçadores no ringue por natureza, já que os caras se batem pra dar gás na luta.

É até provável que a Diamond Mine como um todo não receba tanto destaque quanto Julius e Brutus, porém, eles serão grandes. Surgiu até um certo rumor de que Julius tem sido muito elogiado dentro dos bastidores e que isso pode levar a uma carreira solo. Caso isso se concretize, seria bem interessante ver os irmãos se separando e talvez entrando em feud, quem sabe não poderiam ser uma versão moderna de Rick e Scott Steiner ?

Odyssey Jones

Até chegar na final do Breakout Tournament, eu realmente achava que o Jones era o franco favorito porque o personagem dele é muito contagiante e ele é muito forte fisicamente, ou seja, tem muito futuro se for bem trabalhado. Mesmo perdendo pro Carmelo Hayes, Jones perdeu com um Crucifix Pin depois que ele mesmo tentou fazer o pinfall, ou seja, ele não saiu por baixo porque a vitória do Carmelo foi “na sorte”.

O personagem babyface dele tem se conectado bem com os fãs, até a curta participação dele no casamento de Dexter Lumis e Indi Hartwell teve um bom pop do público. Agora em feud com Andre Chase, é quase certeza que o Jones vai sair por cima. Não acho que seja hora dele ir atrás dos cinturões, porém, ele pode se tornar um rosto muito famoso do 2.0.

Pete Dunne e Ridge Holland

Eu poderia falar dos dois separadamente, mas acho que eles vão acabar dando na mesma coisa. Dunne é um prodígio desde a época do UK, o segundo maior campeão da marca e fantástico no ringue. Holland, por outro lado, não tem uma trajetória e nem um talento tão grande como Dunne, porém, pelo físico dele e por como estão construindo seu personagem, já dá pra saber onde querem chegar com ele. Eles acabaram de “trair” e possivelmente ficarão em feud com Danny Burch e Oney Lorcan, onde eles acabarão saindo por cima.

Dunne e Holland devem se manter como uma dupla por algum tempo, creio até que eles podem vir a desafiar pelos Tag Team Titles e conquistá-los, mas aí não sei se daria certo. O certo é que ambos, especialmente Dunne, serão Champions uma hora ou outra, isso não dá pra negar. Seja pelo talento, força, carisma ou trabalho de personagem, eles podem se tornar dois dos principais nomes da marca atualmente.

Von Wagner

Na primeira oficial do cara no NXT, ele substitui Kyle O’Reilly na luta pelo Championship e chega perto de conquistar o cinturão em alguns momentos, isso aí é o mais puro sinal de que estão planejando alguma coisa pro cara. O antigo Cal Bloom, filho de Wayne Bloom, chegou como uma promessa na WWE em 2019 e demorou pra estrear no NXT, chegando até a fazer uma aparição no anteriormente.

Como dito ali em cima, ele entrou na Fatal 4-Way pelo NXT Title e chegou perto de faturar o prêmio, porém, não conseguiu. Ele foi visto na semana seguinte em um vídeo que mostrava seus treinos, algo que mostra um maior desenvolvimento de seu personagem. Inicialmente um babyface, Wagner deve acabar sendo transformado em uma espécie de heel e acho que combinaria melhor com ele. No máximo até o começo de 2023 ele vai ter faturado algum título.

Kay Lee Ray

Apresento pra vocês a mulher que vai destronar Raquel Gonzalez pelo NXT Women’s Title: Kay Lee Ray. A escocesa já apareceu no NXT estadunidense lá em 2019, chegando a fazer parte de uma WarGames Match ao lado de , Io Shirai e , onde foram derrotadas por e Candice LeRae. No lado britânico das coisas, Ray simplesmente limpou a divisão feminina e manteve o cinturão da divisão por 649 dias, o maior reinado das mulheres por ali.

Agora no NXT 2.0 oficialmente, Ray já chegou no TakeOver 36 encarando Gonzalez e já incitou que uma feud entre elas deve acontecer em breve. Antes de finalmente pegar o cinturão de Gonzalez, Ray deve causar um estrago na divisão feminina enquanto a campeã se ocupa com Franky Monet e uma possível volta de Dakota Kai. Depois disso aí, o caminho está liberado pra Ray lançar a braba.

Xyon Quinn

O misterioso Xyon Quinn surgiu meio que apagado na WWE, já que lutou no NXT em 2019 durante diversos live events, mas só veio estrear na televisão mesmo em agosto desse ano. Mesmo tendo aparecido pra valer antes mesmo da marca sofrer suas modificações, Quinn fez uma estreia de impacto ao derrotar BOA, o servo de Mei Ying e um lutador que, com aquela gimmick, estava recebendo um certo destaque ao lado da figura assustadora.

Quinn ainda não deu indícios de que será realmente algo grande na marca, porém, eu aposto minhas fichas nele. Com uma aparência de heel nato e uma brutalidade que foi mostrada em um segmento no último episódio do NXT, Quinn já mostrou que pode ser algo mais. Eu não duvido que ele possa acabar destruindo o BOA e entrando pro grupo da Mei Ying, seria algo bem interessante de ver.

Bron Breakker

Falar de Bron Breakker é chover no molhado, certo ? O cara faz sua estreia no NXT derrotando LA Knight que ainda lutaria pelo NXT Title naquela noite, confronta Tommaso Ciampa no final daquele show e se junta com ele na semana seguinte, conseguindo fazer o pinfall pra cima da dupla de Pete Dunne e Ridge Holland, alguém tem dúvidas de que esse cara aqui vai ser o principal lutador da marca muito em breve ?

Mesmo que a WWE tente esconder seu parentesco com os Steiner a todo custo, é difícil não perceber o quão parecido ele é com seu pai e seu tio, tanto na aparência quanto no modo de se portar no personagem e de lutar no ringue. Assim que ele mudar essa attire colorida dele e colocar alguma coisa que seja mais escura, vai ser imparável. Sem contar que não sabemos se ele é face ou heel, já que é só chegar perto do NXT Title de Ciampa que tudo nele muda.

Hit Row

“Se você não sabia, agora você sabe”. Isaiah “Swerve” Scott, Ashante “Thee” Adonis, “Top Dolla” AJ Francis e “B-Fab” Briana Brandy se uniram para formar o grupo que, na minha visão, é o mais legal de se acompanhar atualmente no NXT. Com uma pegada de rap regendo o grupo, esses quatro lutadores mostraram que tem personalidade e que funcionam muito bem juntos.

Atualmente em uma feud muito quente com a Legado Del Fantasma, Hit Row tem mostrado que são um grupo unido e que são fortes quando juntos, visto que em todas as brigas que não foram lutas oficializas, Santos Escobar e seus capangas tomaram uma surra. Isaiah demorou pra se encontrar no NXT, mas creio que agora ele vá pra frente. Dentre as atuais facções do NXT, eles devem ser o que melhor serão utilizados pelo carisma.

Toxic Attraction

Desde que voltou ao NXT em uma troca com Aliyah, Mandy Rose já dava indícios que tinha alguma carta na manga e ela realmente tinha. Após algum tempo, foi revelado que ela estava em uma aliança oficial com Gigi Dolin e Jacy Jayne, grupo esse que posteriormente recebeu o nome de Toxic Attraction. Rose até pintou o cabelo de castanho escuro, uma verdadeira nova fase em sua carreira na WWE.

Mesmo que a própria Rose talvez não receba um push tão grande assim, não duvido que Dolin e Jayne acabem conquistando os NXT Women’s Tag Team Titles. Elas possivelmente serão derrotadas por Io Shirai e Zoey Stark na semana que vem, porém, devem pegar os cinturões daqui a um bom tempo e possivelmente terão um grande reinado. Se forem separadas, WWE, dá uma atenção pra Gigi aí porque a menina manja.

Zoey Stark

Zoey Stark chegou como uma verdadeira desconhecida no NXT, já que a maior parte de sua carreira foi em indys menores, e desde então tem se mostrado uma lutadora muito consistente no ringue. Mesmo perdendo pra Ember Moon e Shotzi Blackheart ao lado de Marina Shafir no Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic, Stark logo voltou a ficar solo e até derrotou em pelo TakeOver: Stand and Deliver, um grande marco.

Posteriormente, Stark foi colocada em uma dupla conturbada com Io Shirai e as duas surpreendentemente conquistaram os Women’s Tag Team Titles, estando com eles até hoje. Uma vez que Shirai deve acabar subindo ao main roster em breve, Stark deve continuar no NXT por mais um tempo e pode até se tornar Women’s Champion solo na marca, talento não falta nela.

Parker Boudreaux

Ele já estreou ? Não, mas o marketing em cima desse cara aqui foi tão grande e as interações de redes sociais com e afins foram tão relevantes que ele realmente é o “Next Big Thing”. Não sendo apenas uma cópia de , Boudreaux é um peso pesado nato e deve ser tratado como tal no NXT 2.0, possivelmente da mesma forma como eles estão tratando Bron Breakker atualmente.

Já tivemos rumores de que ele seria colocado ao lado de e que ele iria estrear muito antes das modificações no NXT, porém, nada disso rolou e ele continua treinando. Seu único papel até o momento foi como segurança, mas isso deve mudar em breve e esse garoto deve chegar pra quebrar tudo. Me arrisco a dizer que Parker vs. Bron se tornará algo recorrente no NXT.

Para fazermos algumas menções honrosas, gostaria de citar: Cameron Grimes (Amado pelo público com essa gimmick atual), LA Knight (Não deve ficar muito tempo no NXT, creio que sobe em breve), Indi Hartwell e Dexter Lumis (Devem se tornar grandes babyfaces na marca), Duke Hudson (O estilo de heel dele é tecnicamente perfeito aos olhos do Vince, deve ter algum destaque) e Raquel Gonzalez (Também deve subir em breve, mas acho que vai causar mais bagunça no NXT antes de perder o cinturão feminino).

Lembram de alguns outros nomes que podem se destacar ? Coloca aí nos comentários. Até mais!

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados