Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

Recap Mensal: As grandes lutas de junho de 2021

Após mais de um ano sem atualizar esse quadro, cá estamos. O mês de junho acabou de passar e, mesmo que as empresas tenham guardado boa parte de seus recursos para a volta definitiva dos fãs em julho/agosto, muitas lutas bacanas foram proporcionadas nesse último mês.

Como sempre, eu escolho as melhores na minha opinião, logo, as que eu vi. Mas lembrem-se, esse aqui não é um top 10, as lutas não estarão rankeadas da melhor pra pior. Outras boas lutas estarão listadas no fim do artigo como as melhores menções honrosas do mês, beleza ? Sem mais delongas, bora lá ver as lutas que marcaram o mês de junho:

Syuri vs. Utami Hayashishita (STARDOM Tokyo Dream Cinderella)

Antes de começar, vamos com calma. Se você não viu essa luta e nem sabe quem venceu, assista, vai valer a pena. Essa luta aqui teve uma psicologia muito semelhante aos clássicos da New Japan. Começando com a luta técnica tradicional, evoluindo para os suplexes e terminando com golpes de estilo forte e brutal, chegou a ser tão brutal que eu cheguei a me perguntar se eu não estava vendo uma luta do Minoru Suzuki contra Tomohiro Ishii, as minas mandaram bem. O combate inicialmente terminou em empate por limite de tempo, que por si só já teria colocado essa luta na votação pra luta do ano, mas foi aí que deram prorrogação e transformaram essa em uma das melhores lutas femininas de todos os tempos. Quando Utami acertou seu finisher BT Bomb e Syuri conseguiu escapar no último segundo, aquilo me deixou em choque. Essas mulheres protagonizaram uma verdadeira guerra.

Dangerous Tekkers vs. Guerrillas of Destiny (NJPW Road To Dominion – Day 1)

Bora começar com a informação mais relevante dessa luta ? A volta da tão amada Miho Abe. Sério, só por isso essa luta já merecia várias notas boas, até porque ela estava desempenhando um papel importante nessa luta aqui. Mesmo que não tenha sido um dos melhores dias de Sabre (até porque o DDT dele estava bem estranho), a luta teve vários pontos legais, como Taichi rasgando a calça e o árbitro Red Shoes a pegando daquele jeito que só ele sabe. Gedo entrou e tentou interromper, mas DOUKI veio ajudar seus amigos da Suzuki-Gun, estragando um bom spot usando as cordas que teria saído bem bonito. Por sorte, ele se recuperou e de alguma forma conseguiu tirar seu oponente do ringue e deixar a arena, antes que as pessoas na multidão rissem demais. Essa foi uma das melhores lutas dos Guerrillas of Destiny ultimamente.

Josh Alexander vs. TJP ( – 03/06)

Uma luta incrivelmente incrível, como seria de se esperar de uma Ironman Match entre dois dos caras mais talentosos da X-Division, Josh Alexander e TJP. Isso foi definitivamente superior aos seus encontros anteriores, bem como superior a qualquer coisa que a Impact produziu este ano e é facilmente a luta do ano da empresa até o momento. Confesso que fiquei com medo de exagerarem, mas a Impact fez o básico e aproveitou o talento deles. Uma luta de uma hora sem público e na Impact não é uma coisa fácil de assistir, mas eles transformaram em algo extremamente cativante. Teria sido ainda melhor sem os comerciais, mas isso aí é só detalhe. Alexander continua a ser um dos melhores lutadores do mundo hoje, seu reinado é incrível e ele está levando este título de prestígio a outro nível. Eles fizeram história em uma luta incrível.

Fatal 5-Way (: In Your House)

Bom, pelo menos o main event desse show foi nível TakeOver. Kross não foi ruim, os outros 4 se certificaram de fazê-lo parecer muito bom e venderam bem seus ataques. Ele ficou fora da luta em grande parte, o que faz sentido, e Gargano, KOR, Dunne e Cole fizeram coisas incríveis enquanto no ringue juntos. Eu acho que é a única vez que um spotfest conta uma história perfeita de todos os 4 sendo os grandes lutadores que alegavam ser enquanto Kross simplesmente entrava e saía do ringue. Eu adorei o fato de que Gargano e Cole fizeram algumas referências as suas lutas anteriores, algo bem raro nas lutas dos EUA. Eu achei a decisão de deixar o título com Kross certa ? Não, mas eu entendi que eles quiseram elevá-lo ainda mais como o verdadeiro monstro que ele aparenta ser.

Kazuchika Okada vs. Shingo Takagi (NJPW Dominion)

Essa luta aqui é o verdadeiro significado do que uma luta precisa ser. Ritmo médio para evitar pressa e utilizar bem a fórmula dos 30 minutos da NJPW. Há um ritmo lento, mas não muito para descansar, no qual incorpora à narrativa que esses dois fariam o que fosse preciso pelo título. Takagi estava mais uma vez com seus fortes golpes bem calibrados e Okada… bom, é o Okada. A luta ficou bem intensa nos últimos 5 minutos com uma série de tentativas de Rainmakers e Pumping Bombers. Essa luta não teve falhas gritantes, apenas o momento certo, nada muito arrastado, nada excessivamente rápido. Eles estavam guardando tudo pra hora certa. A cereja do bolo foi a vitória de Shingo, algo muito mais do que merecido. Ele estava perfeitamente preparado desde 2020 para ser a próxima estrela de topo e teve ótimas lutas. Candidata fácil para luta do ano.

Kay Lee Ray vs. Meiko Satomura II (NXT UK – 10/06)

Vai dizer que você esperava uma luta desse calibre em um semanal ? Dúvido. Eu não esperava sair dessa luta sentindo como se tivesse visto um desempenho ainda mais impressionante de KLR do que de Meiko, mas KLR deu tudo de si para fortalecer ainda mais a questão emocional dessa luta e tudo o que ela carregava por trás. Isso não é para minimizar o esforço de Meiko, já que ela teve um ótimo desempenho como a veterana babyface cuja confiança aumenta conforme o tempo e a luta passa sem KLR conseguir derrotá-la. Uma luta que merecia mais cinco ou dez minutos e um público ao vivo, mas não foi prejudicada pela falta disso. O que define essa luta aqui é se surpreender ainda mais com a revanche do que com a luta original.

Karl Fredericks vs. Tom Lawlor (NJPW Ignition)

Pra quem não está entendendo nada, a NJPW tem um show semanal nos Estados Unidos que é chamado de NJPW Strong, usado basicamente para dar destaque aos lutadores que não moram no Japão. O cinturão principal é o STRONG Openweight Title e o campeão atual é Tom Lawlor. Se essa luta aqui foi feita para dar alguma credibilidade para Karl Fredericks, bom, conseguiram. Lawlor é um campeão muito credível e, embora eu não tivesse grandes esperanças de uma luta como essa, esses caras entregaram em grande estilo. Lawlor fez seu papel de heel perfeitamente e Fredericks realmente me fez acreditar que havia uma chance ou duas de conquistar o cinturão.

MJF vs. Sammy Guevara ( Dynamite – 30/06)

O primeiro teste real para Sammy Guevara em um evento principal contra MJF, que foi parte de vários grandes combates nos últimos 12 meses e é criminalmente subestimado no ringue. Esta luta foi muito bem trabalhada porém prejudicada por mais uma interferência. Embora eu não tenha nenhum problema com interferências no wrestling, gostaria que a AEW pudesse entender que menos é mais e quando feito ao ponto do excesso, isso prejudica bastante as lutas. Sammy não teria perdido nada se perdesse limpo e isso apenas derrubou o que de outra forma seria uma luta excelente. Agora, o esperado é que Guevara e Shawn Spears tenham um combate, assim como uma revanche entre Chris Jericho e MJF.

Bobby Lashley vs. Drew McIntyre ( Hell In A Cell)

Já perceberam que a WWE perdeu a mão com os finais do Hell In A Cell ultimamente ? Bem, esta foi a melhor luta do show, mas foi prejudicada pelo final. Já citei aqui que não tenho nada contra interferências, mas acho um pouco chato quando ocorrem dentro da jaula. O envolvimento de não era necessário e se Lashley tivesse ganho limpo, não teria feito Drew parecer fraco, mas a WWE pensa de forma diferente. Os dois tiveram uma ótima atuação e os últimos minutos realmente melhoraram e pareceram levar a um ótimo final até que a interferência surgiu. Arruinou o que poderia ter sido um clássico, mas ainda assim foi uma baita luta.

Kenny Omega vs. Jungle Boy (AEW Dynamite – 26/06)

No papel, essa luta aqui tinha todos os elementos pra ser incrível, e é claro que foi. Quando você imagina essa luta, você imagina um clássico entre dois dos caras mais talentosos da empresa acompanhados por uma crowd repleta de gente. O destaque dessa luta vai pra Jungle Boy, um babyface como ele é pouco visto hoje em dia, a maneira como ele se tornou uma estrela nesta empresa é bastante insano e esta luta foi apenas a recompensa de dois anos de esforço, que foi bem abraçado pelo público que ama esse cara. Diante dele, Omega estava fantástico como sempre, o cara dispensa comentários porque não decepciona. No final, essa pode ter sido a melhor defesa de Omega nesse ano se formos considerar o combate como sendo algo simples.

AJ Styles vs. Drew McIntyre vs. (WWE – 28/06)

Pra começo de conversa, o certo era ser no lugar de Riddle mas não rolou. Riddle, parceiro de Orton, aceitou participar de uma Battle Royal para se classificar para a Triple Threat no main event e conseguir a vaga de seu amigo para a Men’s Ladder Match. Foi uma luta ótima, digna de ppv, tínhamos várias histórias sendo contadas ao mesmo. Além da já citada relação entre Riddle e Orton, ainda tínhamos Mcintyre que estava desesperado para conseguir a sua última chance e não sair do evento principal, e também tínhado AJ que não tinha uma história forte por trás dele, mas ele é apenas Styles, ele não precisa de muito mais do que isso. A ação foi espetacular com todos aplicando grandes movimentos e recebendo-os com maestria.

Como eu disse ali em cima, vamos para as menções mais que honrosas:

Kushida vs. Kyle O’Reilly (NXT 22/06), YOH vs. El Desperado e vs. Jeff Cobb (NJPW Dominion), Johnny Gargano vs. Kyle O’Reilly vs. Pete Dunne (NXT 01/06), Young Bucks vs. Eddie Kingston e Penta El Zero Miedo (AEW Dynamite 30/06), New Day vs. RK-Bro (RAW 14/06), CHAOS vs. Los Ingobernables de Japón (NJPW Road To Dominion – Day 2), Grizzled Young Veterans vs. Tommaso Ciampa e Timothy Thatcher (NXT 15/06), Ilja Dragunov vs. Joe Coffey vs. Rampage Brown (NXT UK 24/06).

Lembrou de mais alguma luta boa ? Deixa aí nos comentários pra gente. Até mais!

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados