Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...

Thom Latimer se arrepende de ter desperdiçado suas chances na WWE e IMPACT Wrestling

A oferecerá oportunidades a estrelas promissoras, mas cabe a eles aproveitá-las. Thomas “Bram” Latimer sabe tudo sobre como jogar fora essas oportunidades de ouro. Ele teve chances com a e a , mas seus demônios pessoais atrapalharam.

Bram era casado com , mas seu relacionamento não durou. Em 30 de agosto de 2015, Latimer foi preso em Gulfport, Flórida, e acusado de duas acusações criminais de agressão doméstica por estrangulamento e prisão falsa, mas esse incidente não envolveu Flair. Sua atual namorada na época era a suposta vítima naquele caso. Posteriormente, ele foi liberado da prisão após uma fiança de US $ 5.000 e todas as acusações foram retiradas em outubro de 2015. Poucos dias depois, Bram e finalizaram seu divórcio.

Ao falar para o Two Man Power of Wrestling Podcast, Bram falou sobre como ele desperdiçou chances no mundo do wrestling profissional. Ele admitiu estar “bêbado” e sendo um “idiota” ao “jogar tudo fora”. As prisões que ele experimentou ao longo do caminho realmente atrapalharam seu sucesso no ringue.

“Nos últimos 10 anos, recebi a bola e a joguei fora. Tive um bom push na WWE, estava bêbado e estraguei tudo. Eu era um futuro Tag Team Champion e estraguei tudo. Devíamos subir aparentemente depois do The Shield no main roster, e eu estraguei tudo. Em seguida, fui para a Impact. Eu sou pressionado, estou bem acostumado, mas não me importo. Eu estava bêbado. Eu fui um idiota e joguei isso fora. Fui enviado para uma turnê de 2 semanas na NOAH, e o Japão definitivamente deveria ter sido um lugar onde eu teria prosperado, me saído muito bem e me encaixado.”

“Eu fiquei bêbado, baguncei tudo e fui expulso da turnê. É uma coisa atrás da outra, depois da outra, prisões e isso e aquilo. Sempre fui colocado em posições de sucesso, mas simplesmente não me importava ou estava me auto-sabotando. Agora que estou sóbrio, fazendo 35 anos, gostaria de ter a mesma mentalidade que tenho agora há 10 anos, porque minha vida teria sido diferente se eu tivesse um cérebro adulto e sensato em minha cabeça, o que eu não tinha. Quando chegar a hora, fazer 35 anos, quero a responsabilidade. Eu quero a bola. Quero correr com a bola, enquanto antes chutei a bola para longe. Eu não queria isso. Eu não me importei. Agora sim e me importo. Na verdade, é uma pena que tenha demorado 10 anos para chegar a este ponto.”

Aos 35 anos, Bram conseguiu encontrar outro holofote no ringue dentro da . O cenário do wrestling profissional está sempre mudando e oferecendo novas oportunidades, mas sua história é certamente um alerta, pois muitos poderiam aprender com suas experiências e evitar as mesmas armadilhas.

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados