Ex: Aj Styles, CM Punk, WWE, All Elite Wrestling e etc...


Top 10: Melhores lutas da WrestleMania Week

A WWE realizou a maior semana de 2021 e concluiu um ciclo com a WrestleMania 37. Com uma nova era sendo iniciada no último Monday Night Raw, é chegado o momento de avaliarmos as melhores lutas de uma semana tão icônica e histórica quanto a que acabou de passar.

Diferente das outras listas, nessa aqui eu vou listar as 10 melhores, sim, farei um ranking das 10 melhores lutas que ocorreram na WWE durante a última semana, englobando desde o NXT TakeOver: Stand & Deliver até a noite 2 da WrestleMania 37. Vale ressaltar que é apenas a minha opinião, vocês podem falar aí nos comentários qual é o ranking de vocês e quais motivos levaram vocês a essas escolhas, sem neurose. Sem mais delongas, bora lá:

10 – Kevin Owens vs. Sami Zayn / Riddle vs. Sheamus / Jordan Devlin vs. Santos Escobar

3 lutas muito boas empatadas entre si, mas cada uma poderia ser muito melhor caso um certo ponto fosse lhes dado. Cada uma dessas lutas teve seus pontos fortes e fracos, é claro. Entre as 3, a mais surpreendente foi a de Riddle vs. Sheamus, principalmente pelo resultado final, eu jurava que Riddle iria manter o cinturão e perdê-lo em algum outro evento.

Zayn e Owens tem uma grande história juntos, mas a storyline até a WrestleMania foi bem estranha, tirando a falta de tempo que tiveram na luta. Se não fosse por 2 ou 3 botches, Riddle e Sheamus teriam feito uma luta quase perfeita. Escobar e Devlin mandaram bem, mas a luta não parecia tão coesa. No mais, 6 caras incríveis e cheios de talento. Destaque especial para Sheamus, que quase se aposentou por lesões e acaba de ganhar um título.

9 – Bad Bunny e Damian Priest vs. The Miz e John Morrison – WrestleMania 37

Acredite ou não, você não está lendo errado. Lutas estreladas por celebridades sempre geram expectativas baixas, mas esta deve ser certamente a exibição mais impressionante de um não-lutador na história do main roster da WWE. Bunny claramente se esforçou muito, conforme demonstrado por meio de suas habilidades no ringue – o “Bunny Destroyer” em particular – e habilidade de vendas.

Enquanto isso, Miz, Morrison e Priest trabalharam duro para ajudar a empurrá-lo para o topo sem vender a si mesmos, embora Priest tenha passado uma quantidade chocante de tempo fora do ringue. Mesmo em 15 minutos, isso de alguma forma não pareceu muito longo e prova, sem sombra de dúvida, que nem todas as lutas de “atração por celebridades” são criadas iguais.

8 – Kushida vs. Pete Dunne – NXT TakeOver: Stand & Deliver

A WWE prometeu uma masterclass técnica com esta luta, e Pete Dunne e Kushida não decepcionaram. Eles se mantiveram em um grande encontro que foi cheio de finalizações e golpes enquanto eles tentavam derrubar um ao outro membro por membro. Dois dos lutadores mais talentosos do roster tentando recuperar sua moral dentro da marca, um grande show.

A luta foi bem orquestrada e os dois conseguiram brilhar aqui. Embora tenha sido Pete Dunne quem venceu, os dois saíram muito bem aqui, no que foi uma luta técnica incrível. Nenhum dos dois ficou por baixo desse combate e ambos seguem com um novo rumo para novas aventuras pelo NXT ou NXT UK.

7 – Bobby Lashley vs. Drew McIntyre – WrestleMania 37

À primeira vista, essa luta parecia um erro de cálculo. Dado que estava abrindo o fim de semana e era a primeira luta com uma multidão ao vivo, você pensaria que a WWE daria aos fãs um squash rápido. Em vez disso, tivemos uma batalha psicológica de 18 minutos. E embora tenha sido um movimento questionável colocar essa luta para abrir o evento, foi uma boa sacada.

McIntyre passou a luta inteira preparando o Claymore Kick enquanto tentava evitar a força bruta de Lashley. Em um pequeno vacilo ao ser distraído por MVP, o ex-WWE Champion foi pego pelo campeão e apagou. Drew pode ter conseguido outra chance pelo título no RAW, mas ele ainda precisa se reencontrar após essa luta.

6 – Finn Balor vs. Karrion Kross – NXT TakeOver: Stand & Deliver

Quando se trata de lutas extremamente físicas, elas não ficam muito melhores do que isso. Os dois homens estavam dispostos a fazer o que fosse necessário para derrubar um ao outro, o que levou a muitos grandes ataques e uma incrível psicologia interna. Se você queria ver um combate bom de Kross, essa foi uma ótima oportunidade para tal.

Finn Balor estava tentando brincar com a cabeça de Kross, rindo e sorrindo maliciosamente, o que era um toque legal. Balor espertamente tentou derrubar o homem maior trabalhando nas costelas e partes específicas do corpo, enquanto Kross apenas usou sua força bruta e poder para eventualmente sair por cima. O bom dessa luta é que em nenhum momento Balor pareceu mais fraco, ele se portou como campeão.

5 – Cesaro vs. Seth Rollins – WrestleMania 37

A primeira luta solo de Cesaro na WrestleMania foi incrível. Ele aproveitou ao máximo sua duração relativamente breve com algumas reversões excelentes e movimentos de alto risco, confirmando o quão bem esses dois (ele e Rollins) funcionam juntos.

Isso tinha tudo que uma grande luta precisa – psicologia inteligente, uma história divertida no ringue e a crença legítima de que qualquer um dos dois poderia acabar ganhando. A multidão estava louca por isso. Esperançosamente, esta é mais do que uma vitória lamentável para Cesaro e na verdade um indicativo de que seu potencial finalmente será capitalizado em um futuro próximo. Deixem o homem brilhar!

4 – Adam Cole vs. Kyle O’Reilly – NXT TakeOver: Stand & Deliver

Embora tenha durado cinco minutos a mais do que o originalmente planejado, Adam Cole e Kyle O’Reilly entregaram tudo que os fãs esperavam de uma feud entre dois lutadores que eram amigos. Foi uma troca brutal entre dois rivais acalorados que trouxeram uma variedade de armas, alguns pontos únicos e uma luta geral excelente. Eu teria ficado mais feliz se Strong ou Fish tivessem aparecido, mas não foi o caso.

Fosse sendo empurrado pela rampa ou largado em uma cadeira de cabeça para baixo, a luta teve de tudo. Houve um trabalho inteligente em partes específicas do corpo também, mas as pessoas queriam uma luta desta, e foi isso que conseguiram. Agora, o que será que o futuro reserva para Cole e O’Reilly ? Main roster ou uma nova frente no NXT ? Apenas o tempo responderá.

3 – Tommaso Ciampa vs. Walter – NXT TakeOver: Stand & Deliver

Falando apenas do TakeOver em si, essa foi a grande luta dos sonhos e não decepcionou. Esta foi uma das melhores lutas que Ciampa teve desde que voltou de sua lesão e Walter fez o que é acostumado a fazer, dar shows. Além de criar um grande combate, ainda achou no build da luta entre Walter e Rampage Brown que aconteceria no dia seguinte.

Sem contar ainda toda a storyline envolvendo Timothy Thatcher e seu “passado” com a Imperium e a tentativa do grupo de tentar recruta-lo, com Ciampa tentando impedir isso a todo custo e dando uma carga emocional bem maior para o combate. No final de tudo, Walter se manteve de pé e continuou o reinado quebrador de recordes com o NXT UK Championship.

2 – Bianca Belair vs. Sasha Banks – WrestleMania 37

Confesso que eu pensei muito em colocar essa no primeiro lugar, porém, o que tirou pontos dela foi a emoção. A feud em si eu achei até boa, mesmo que muitos tenham criticado. O problema em si foi o contexto da luta, Belair estava muito emocionada e já entregava o resultado, sem falar que as duas mais pareciam amigas do que realmente oponentes na luta. Se não fosse por esse pequeno ponto, seria top 1 fácil fácil.

Mas falando agora no quesito luta, essas duas mulheres mostraram que mereceram fazer o main event da primeira noite da WrestleMania 37. Uma luta realmente incrível e que mostrou ao mundo o talento que elas tem e o que podem fazer quando tem liberdade o suficiente para tal. Além de elevar Belair como a nova SmackDown Women’s Champion, a luta também deu um novo caminho para Banks, aumentando sua streak de derrotas para 6.

1 – Daniel Bryan vs. Edge vs. Roman Reigns – WrestleMania 37

Os fãs achavam que essa luta aqui poderia acabar de muitas maneiras. Talvez Bryan ganhe para mandar a multidão para casa feliz? Talvez Reigns perca o título sem se ser parte do final e passe meses caçando alvos? Talvez Edge chegue ao fim de sua jornada de uma década e finalmente reconquiste um título mundial para compensar aquele que ele nunca perdeu e talvez traga o World Belt de volta? Quem sairia campeão daquele que prometia ser um main event especial ?

Em vez disso, a WWE foi com outra opção e fez de Reigns um heel de nível altíssimo, empilhando os dois homens um em cima do outro antes de imobilizá-los, parecendo totalmente dominante (mas ainda vulnerável, não se esqueça do quanto Jey se envolveu) em seu vencer. Esta foi a jogada perfeita para preparar Reigns para aquela luta dos sonhos no futuro com The Rock. Após tantos erros, a WWE finalmente acertou com Reigns.

E aí, o que acharam do ranking ? Quais lutas vocês adicionariam ou tirariam dentre as citadas ? Lembrando que várias lutas merecem menções honrosas entre essas, muitos talentos se esforçaram bastante. Até mais!

Contato | Politica de Privacidade | Sobre nós | Equipe | Anuncie
Copyright (c) 2010-2021 Wrestling Noticias - Todos direitos reservados